Corrupção no Futebol

josé maria marin

Cartola foi considerado culpado por esquema de propinas entre 2012 a 2015
15/04/2019

José Maria Marin é banido do futebol e pagará multa de R$ 3,8 milhões

Corrupção no Futebol

José Maria Marin é banido do futebol e pagará multa de R$ 3,8 milhões

Cartola foi considerado culpado por esquema de propinas entre 2012 a 2015

O Comitê de Ética da Federação Internacional de Futebol (Fifa) considerou o ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marin, culpado por recebimento de propina. Com isso, ele foi banido de qualquer atividade relacionada ao futebol pelo resto de sua vida. Marin está preso nos Estados Unidos desde 2017. Fifa também impôs uma multa de 1 milhão de francos suíços (cerca de R$ 3,2 milhões). Segundo a Fifa, Marin, ex-governador de São Paulo de 1982 a 1983,  foi notificado hoje (15), data a partir da qual começam a valer as sanções. Segundo a federação, Marin se envolveu em diversos esquemas de pagamento de propina de 2012 a 2015, em relação a contratos com empresas de mídia e marketing de direitos de transmissão de eventos esportivos da CBF, da Confederação Sul-Americana (Conmebol) e da Confederação das Américas Central, do Norte e Caribe (Concacaf). Outro ex-presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, já tinha recebido as mesmas punições em abril de 2018, pelas mesmas irregularidades. (ABr)
22/08/2018

Ex-presidente da CBF José Maria Marin é condenado a quatro anos de prisão

Em Nova York

Ex-presidente da CBF José Maria Marin é condenado a quatro anos de prisão

A corte também determinou o confisco imediato de US$ 3,35 milhões do cartola

O ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marin, 86 anos, foi condenado a quatro anos de prisão, na Corte Federal do Brooklyn, em Nova York, nesta quarta-feira (22). Além do cartola, também foi condenado Juan Angel Napout, o ex-presidente da CONMEBOL e da Associação Paraguaia de Futebol, pelos crimes de fraude bancária e organização criminosa. Marin foi sentenciado pelos crimes que cometeu quando era dirigente da CBF, no período de 2012 a 2015. Entretanto, o ex-presidente da CBF tem duas semanas para recorrer dessa decisão. A corte também determinou o confisco imediato de US$ 3,35 milhões, R$ 13,6 milhões, além do pagamento da multa no valor de US$ 1,2 milhões, ou seja, R$ 4,9 milhões. Cartola descontrolado Durante seu depoimento, Marin se descontrolou e chorou compulsivamente, e o julgamento teve que ser interrompido por alguns minutos. “Jesus carregou uma cruz. Eu carrego duas, a minha e a da minha mulher”, lamentou Marin ao se lembrar de sua esposa, Neusa Marin. José Marin foi condenado por corrupção no ano passado, em seis ações envolvendo fraude financeira, organização criminosa e lavagem de dinheiro na organização de competições internacionais.
15/08/2018

Marin pode ser condenado a, no mínimo, 10 anos de prisão no EUA

Zé das medalhas

Marin pode ser condenado a, no mínimo, 10 anos de prisão no EUA

Essa foi a pena pedida pela promotoria para o ex-presidente da CBF condenado por corrupção

O ex-presidente da CBF José Maria Marin pode ser condenado a cumpri pena de, no mínimo, dez anos de prisão depois de ser condenado por corrupção no ano passado. O pedido da pena foi apresentado pelo procurador Richard Donoghue e será julgado pela juíza Pamela Chan na próxima quarta (22). Marin foi condenado em seis ações envolvendo fraude financeira, organização criminosa e lavagem de dinheiro na organização de competições internacionais. As penas somadas seriam de 24 anos, mas devido à idade avançada (86), o procurador reduziu o pedido.
26/12/2017

Maluf e Marin, velhos amigos e unidos no mesmo destino: a cadeia

Destino idêntico

Maluf e Marin, velhos amigos e unidos no mesmo destino: a cadeia

Maluf e seu ex-vice-governador Marin são presos na mesma época

O ex-presidente da CBF José Maria Marin e o deputado Paulo Maluf (PP-SP) foram aliados políticos durante o regime militar. Nomes fortes do governo paulista nos anos 1970 e 1980, Marin e Maluf chegam ao fim de 2017 presos, mas em presídios diferentes: um no Metropolitan Detention Center, em Nova York, o outro na Papuda, em Brasília. Em 1978, Maluf era o governador em plena ditadura, e Marin o seu vice. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder. José Maria Marin assumiu o governo de São Paulo em 1982, após Maluf renunciar para concorrer à Câmara dos Deputados. A condenação de Marin pela Justiça dos EUA, em razão de crimes cometidos no Brasil, é uma humilhação para o sistema penal brasileiro. Marin foi condenado por conspiração, fraude financeira e lavagem de dinheiro na Libertadores, na Copa do Brasil e na Copa América.