Tapa durante noivado

Filha de sargento

Major Andre Dias agrediu moça que celebrava noivado em Maceió
10/01/2019

Subcomandante de batalhão agride filha de sargento e é afastado pela PM de Alagoas

Tapa durante noivado

Subcomandante de batalhão agride filha de sargento e é afastado pela PM de Alagoas

Major Andre Dias agrediu moça que celebrava noivado em Maceió

O subcomandante do 4º Batalhão da Polícia Militar de Alagoas (4 BPM), major André Dias, agrediu uma jovem de 18 anos com uma tapa no rosto, durante uma festa em que ela celebrava seu noivado no bairro da Serraria, em Maceió (AL), na manhã do Natal de 2018. O Comando da PM de Alagoas divulgou nesta quarta-feira (9) que determinou o afastamento do oficial e a abertura de um procedimento administrativo para apurar os fatos registrados em vídeo. Em um vídeo que circula nas redes sociais, o major André Dias, chega transtornado ao local da festa que varou a madrugada, ao ar livre, e agride o rosto da jovem, após esta tocar a face do oficial pedindo respeito. Após a agressão, a moça leva as mãos ao rosto e a discussão segue entre o policial e os rapazes. Assista: O pai da noiva agredida também é policial militar, o sargento Albert, afirmou que registrou um Boletim de Ocorrência na Delegacia da Mulher e aguarda a audiência. “Ela estava comemorando o noivado dela quando esse cidadão [o major André] chegou às 6 horas da manhã. Só estavam os meninos conversando, não tinha mais som, nada, só estavam conversando e ele queria que acabasse lá a festa, a zuada [o barulho] de conversa. Ficou discutindo lá com os meninos, a minha filha por perto, aí foi quando ela falou que ‘respeitasse os outros’, ele foi e deferiu esse tapa nela”, contou o sargento ao G1. Na versão apresentada pelo subcomandante do 4º BPM, a jovem tentou agredi-lo. “Eu estava falando com o garoto. A minha mão estava baixa. Eu não levanto a mão, não faço nada. Ela se levanta e tenta me dar um tapa no rosto. Eu, mesmo assim, dou um passo atrás, mas pega no meu rosto e eu dou aquele tapa de volta. Aí, você vê que ela se senta no mesmo lugar que estava”, falou o major André Dias, ressaltando não ter histórico de agressão ou de abuso dentro da corporação. A PM de manifestou através da seguinte nota: O comandante-geral da Polícia Militar [coronel Marcos Sampaio] já tem conhecimento sobre o caso e já determinou a abertura de procedimento administrativo para apurar a conduta do Policial Militar e o afastamento deste do subcomando do 4º BPM enquanto estiverem sendo apurados os fatos contidos no vídeo. O policial militar não foi preso pela agressão. (Com informações do G1)