Sebrae no DF

Sacoleira deixa as ruas para abrir seu próprio negócio no Distrito Federal

Empreendedora vendia joias em Minas Gerais e está prestes a inaugurar clínica de bronzeamento no Arniqueiras

Sacoleira deixa as ruas para abrir seu próprio negócio no Distrito Federal

Uma pequena loja de joias no interior de Minas Gerais foi a principal fonte de renda para Vera Lúcia da Paixão e o marido sustentarem os filhos até o início da década passada. Buscando uma vida melhor, em 2001 a família deixou o estado mineiro para tentar construir uma vida mais digna e justa na capital do país.

Logo que chegou em território brasiliense, Vera procurou meios para sustentar a casa e começou a trabalhar informalmente como sacoleira pelas ruas e feiras do Distrito Federal e assim se manteve por mais de 17 anos. “Acordava cedo, tomava café e ia para a rua vender os produtos”, conta.

Contudo, a rotina da mineira começou a mudar após o casamento de um dos filhos. Percebendo a rotina e as dificuldades enfrentadas por Vera, a nova integrante da família começou a falar e destacar a atuação do Sebrae junto aos pequenos empreendedores brasilienses. “Ela acabou me influenciando a buscar um novo caminho, explicando que o Sebrae tinha ferramentas e soluções que poderiam transformar a minha rotina e a minha vida”, relata.

Após a insistência da nora, Vera resolveu participar de algumas iniciativas promovidas pelo Sebrae nas Regiões Administrativas (RAs) do DF e visitou feiras e palestras voltadas a potenciais empreendedores. Mas foi na a manhã do dia 5 de outubro, data em que se comemora o Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa, que vida da então sacoleira sofreu uma reviravolta. “Minha nora me chamou para ir até a Agência de Atendimento do Sebrae de Taguatinga com o propósito de buscar orientações para formalizar um pequeno negócio. Assim eu fiz”, acrescenta.

Ao chegar na agência, Vera foi prontamente atendida por um colaborador do Sebrae e pode conhecer os benefícios da formalização, bem como os serviços e soluções da instituição. “Decidi formalizar a minha empresa naquele mesmo instante. Pensei que seria um processo bem demorado, mas assim que cheguei fui bem atendida e em questão de minutos saí com a formalização em mãos”, revela.

No mesmo dia, Vera recebeu o licenciamento de seu empreendimento durante o evento promovido pelo Sebrae no DF em comemoração ao primeiro ano de funcionamento da agência da instituição em Taguatinga e ao Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa. A empreendedora formalizou a Vera Paixão Bronze um espaço especializado em bronzeamento natural e que funcionará, a partir de 15 de dezembro, em Arniqueiras. “No momento estou na fase de montagem do espaço. Pensei que ter meu próprio negócio seria difícil, mas agora estou esperançosa. Para chegar ao sucesso contarei com o apoio do Sebrae para poder agir corretamente daqui pra frente”, finaliza Vera.

Redação
Redação
| Atualizado