Governo Bolsonaro

Professor que contesta aquecimento global é cogitado para Meio Ambiente

Para Ricardo Felício, cientistas e organismos multilaterais criaram "farsa"

Professor que contesta aquecimento global é cogitado para Meio Ambiente

Bolsonaro sonda professor que considera aquecimento global uma farsa para o Meio Ambiente

O professor Ricardo Felício (PSL-SP), do departamento de Geografia da Universidade de São Paulo, está entre as opções do presidente eleito Jair Bolsonaro para assumir o Ministério do Meio Ambiente.

Felício considera o aquecimento global uma farsa criada por cientistas e organismos multilaterais. Seu currículo foi analisado por colaboradores de Bolsonaro, e ele tem simpatia do vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente eleito.

O professor foi derrotado nas eleições de outubro quando disputou uma vaga na Câmara dos Deputados e recebeu apenas 11 mil votos.

O nome do ex-procurador Paulo de Bessa Antunes, especialista em direito ambiental, também está em avaliação.

Redação
Redação
| Atualizado