Intolerância

Professor preso na Bahia após atropelar pessoas comprando camisas de Bolsonaro

Suspeito dá aulas de Ciência Política em universidade baiana

Professor preso na Bahia após atropelar pessoas comprando camisas de Bolsonaro

O professor de Ciência Política, preso sob acusação de atropelar pessoas que compravam camisetas de Bolsonaro, e o passaporte que o identifica.

Um professor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Nelson Eugênio Pinheiro Montenegro, foi preso em Salvador, nesta sexta-feira (5), acusado de atropelar um camelô e pessoas que compravam camisetas do candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL). Segundo informações do repórter Marcelo Castro, da TV Record, o crime aconteceu na orla de Stella Maris, na capital baiana.

Nelson se formou em Ciência Política pela Universidade de Brasília (1998) e tem mestrado em Sociologia Política pela Universidade Federal de Santa Catarina (2002), e doutorado em Ciência Política pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2008). Atualmente dá aulas sobre Estudos Legislativos, Comportamento Eleitoral e Políticas Públicas.

Policiais da 15ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) foi a responsável por realizar a prisão do professor, quando ele tentava fugir. Em seguida, Nelson foi encaminhado à 12ª Delegacia Territorial de Itapuã, onde foi lavrado o flagrante. Ainda não há informações sobre o estado de saúde das pessoas atropeladas.

Redação
Redação
| Atualizado