Mais Lidas

Eleições 2018

PV confirma aliança com Rede e Eduardo Jorge será vice de Marina

Presidenciável disse que o ex-deputado foi um nome sugerido por ela

acessibilidade:
Dirigentes da Rede e do PV selaram acordo nesta quinta-feira

O ex-deputado Eduardo Jorge (PV) será vice de Marina Silva (Rede) na disputa pela Presidência da República.

“O PV entendeu que essa aliança fortalece as composições nos Estados”, disse o presidente da legenda, José Luiz Penna. Segundo o dirigente, o anúncio oficial da aliança será feito nesta sexta-feira.

Os acordos estaduais do PV que já estavam fechados serão mantidos, segundo ele. “A Rede concordou. A atitude foi de colaboração”.

Antes da confirmação pelo PV, Marina disse, em transmissão via redes sociais, que Eduardo foi um nome sugerido por ela e que ele tem o perfil complementar desejado pelo partido para ajudar a ampliar o alcance de suas propostas.

A Rede, partido da presidenciável, ofereceu a vaga aos verdes no fim de semana. Eduardo defendeu na convenção do PV o apoio à ex-senadora e disse estar disposto a ocupar a vice, caso as duas siglas concordassem. Ele era o nome preferido para a função em ambos os lados.

Médico sanitarista, Eduardo Jorge, que em 2014 foi candidato à Presidência pelo Partido Verde, afirmou nesta semana que “não tem lógica que dois partidos tão semelhantes fiquem separados numa situação [do país] tão complicada”.

Penna disse que o apoio à Rede é um reforço no objetivo estratégico do PV de abrir caminho para coligações na eleição proporcional e eleger candidatos para a Câmara dos Deputados. As duas legendas têm o desafio de atingir votação mínima para ultrapassar a cláusula de barreira e manter o acesso aos recursos públicos para os partidos.

“Nós vamos resistir e sobreviver. Os partidos tradicionais, na reforma política, não tiveram a menor consideração com os partidos ideológicos, sérios”, afirmou o presidente do PV.

“A desproporção dos recursos para campanha é uma coisa absurda, asfixiante”, continuou ele. Segundo o líder dos verdes, a adesão à campanha de Marina também é uma forma de o partido ter protagonismo nas eleições.

Vídeos Relacionados