Mais Lidas

Tabata Amaral

Presidente do PSDB segue Doria e elogia deputada ameaçada pelo PDT

"Um dos melhores quadros da nova geração política", disse Bruno Araújo

acessibilidade:
A deputada Tabata Amaral (PDT-SP). Foto: Divulgação

A deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) é fortemente cortejada pelo PSDB, diante da possibilidade de ser expulsa do PDT por contrariar seu partido e votar a favor da Reforma da Previdência.

Depois que o governador de São Paulo assumiu que trocou mensagens com a parlamentar, foi a vez do presidente do PSDB, Bruno Araújo (PE), elogiar a jovem e dizer que Tabata “seria muito bem-vinda” ao partido. Araújo a descreveu como “um dos melhores quadros da nova geração política”.

“Respeitamos o tempo dela para eventual mudança. Temos respeito por sua história e admiração pelas suas posições”, afirmou Araújo à revista Época.

Questionado sobre um possível convite a ela, Araújo admitiu já ter chamado a jovem deputada outras vezes para se juntar ao PSDB.

Além de dizer que a jovem é um dos principais nomes da nova geração da política, Araújo afirmou que “de forma corajosa [Tabata] entende os desafios que o país tem pela frente”.

Aos 25 anos, Tabata foi eleita para seu primeiro mandato na Câmara dos Deputados com 264 mil votos. Ligada a movimentos de renovação política, a jovem fez campanha ao lado do candidato à Presidência pelo PDT Ciro Gomes – que defende a expulsão da parlamentar.

Somente sendo expulsa Tabata poderia trocar de legenda antes do prazo regimental.