Mais Lidas

Senado

Presidente do TSE e cientistas participam de sessão de debates sobre eleições

Devido à pandemia, o primeiro turno pode ser adiado de 4 de outubro para 6 de dezembro de 2020

acessibilidade:
Reação agressiva do presidente Bolsonaro, no entanto, deve estimular corporativismo dos ministros para defender o colega. Foto: Carlos Moura/STF

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luis Roberto Barroso, o microbiologista e virologista Átila Iamarino e o infectologista David Uip confirmaram presença na sessão de debates temáticos remota para discutir o adiamento das eleições municipais de 2020 por conta da pandemia. A iniciativa do debate é do senador Weverton (PDT-MA), relator da PEC 18/2020, que propõe a mudança de data da eleição. Pelo texto, o primeiro turno seria adiado de 4 de outubro para 6 de dezembro de 2020. O segundo turno ocorreria no dia 20 de dezembro.

—A ideia é ouvir todos os especialistas e interessados. Sabemos que não há consenso possível, mas é importante que sejam feitos todos os esclarecimentos sobre o que é possível ser definido, considerando a legalidade constitucional e a segurança para a vida das pessoas — avalia Weverton.

Também confirmaram presença nos debates o epidemiologista Paulo Lotufo; o ex-ministro do TSE Henrique Neves da Silva; Felipe Santa Cruz, presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil; Marcelo Weick Pogliesi, doutor em Direito; Glademir Aroldi, presidente da Confederação Nacional de Municípios; e Melillo Dinis, diretor nacional do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral.

O relatório à PEC 18/2020, segundo o senador, só será finalizado após a sessão de debates. A expectativa é que seja votado na terça-feira (23). O primeiro signatário da PEC é o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

— Estamos correndo contra o tempo. Esse é um assunto que movimenta todo o Brasil, e não podemos segurar essa matéria — ressaltou Weverton, durante a aprovação do requerimento para a sessão, na sexta-feira (19). (Agência Senado)

Vídeos Relacionados