Mais Lidas

Operação Acolhida

Militares venezuelanos rejeitam Maduro e se colocam à disposição de Guaidó

Sete oficiais do exército buscaram refúgio em território brasileiro

acessibilidade:
O Major Roso Carlos Enrique Romero, gravou um vídeo, aonde declara que não reconhece mais Maduro como comandante

Nesta segunda-feira (25) mais um grupo de militares venezuelanos refuta o comando do ditador Nicólas Maduro, e se coloca à disposição do presidente interino Juan Guaidó.

Nos últimos dias, segundo informações do Exército Brasileiro, sete oficiais das Forças Armadas da Venezuela deserdaram e buscaram refúgio aqui. Existe o relato de que outros militares venezuelanos têm desertado pela fronteira com a Colômbia.

O Exército deflagrou a Operação Acolhida, com intuito de receber esses militares. Segundo a coronel Carla Beatriz, ontem três militares cruzaram a fronteira e hoje mais quatro.

Em terras brasileiras, os oficiais são encaminhados para postos de triagem, onde recebem o tratamento dado aos demais imigrantes. Nesse momento eles podem escolher se são refugiados, isso implica a obrigação de permanecer no Brasil por pelo menos um ano,  ou se querem declarar residência no país.

O Major Roso Carlos Enrique Romero, gravou um vídeo e declara não reconhecer mais Maduro como comandante geral das Forças Armadas da Venezuela. Romero afirma que agora vai servir ao outro lado, de Guaidó. Veja: