Mais Lidas

Demissões

Governo federal já expulsou 228 do serviço público somente em 2019

Houve demissões e também cancelamento de aposentadorias, a maioria por corrupção

acessibilidade:
Controladoria-Geral da União (CGU), do Ministério da Transparência.

O governo Bolsonaro já expulsou da administração pública federal 228 servidores, apenas nos seis primeiros meses deste ano. Foram 171 demissões no total, 26 destituições de cargos comissionados e 31 cassações de aposentadorias. O órgão com o maior número de demitidos é o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), 15 servidores, que também cancelou duas aposentadorias. Já a Polícia Rodoviária Federal (PRF) demitiu 14 servidores e cassou cinco aposentadorias.

A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Mais de 65% dos demitidos foram punidos por “atos de corrupção”. O levantamento não inclui empregados de estatais, como a Petrobras.

Em 2018 foram demitidos 643 servidores públicos federais, sendo 516 demissões de servidores efetivos.

A Controladoria-Geral da União contabiliza 38 comissionados, sem vínculo algum com o Estado, demitidos em 2018. Este ano já foram 26.

Após concluir 142 processos administrativos pendentes, o governo do Distrito Federal decidiu demitir 120 servidores públicos distritais.

Reportar Erro