Mais Lidas

Meu DAS, minha vida

‘Heróis da resistência’, ex-auxiliares de Mandetta garantem cargos no governo

Wanderson já participa de coletivas do Ministério da Saúde Alex Campos vai para Anvisa

acessibilidade:

Além do ministro Nelson Teich (Saúde), uma das principais atrações na coletiva sobre coronavírus desta segunda-feira (27), no Palácio do Planalto, foi Wanderson Oliveira, aquele que se demitiu do cargo de Secretário de Vigilância à Saúde em suposto “protesto” contra a demissão do então ministro da Saúde.

Outro “herói da resistência” que não parece mais tão afetado com a demissão de Mandetta é seu próprio ex-chefe de gabinete no Ministério da Saúde: o advogado pernambucano Alex Machado Campos foi escolhdo pelo presidente Jair Bolsonaro para o cargo de diretor da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A mensagem que submete à apreciação do Senado o nome do ex-homem de confiança de Mandetta foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).

Servidor público lotado originalmente na Câmara como técnico legislativo, Campos deve suceder o mandato de Fernando Mendes Garcia Neto no comando da Anvisa.

Mandetta foi demitido do comando do Ministério da Saúde há dez dias, após semanas de conflitos por divergir publicamente da visão do presidente Jair Bolsonaro sobre a melhor forma de combater a pandemia do novo coronavírus. Para o seu lugar, Bolsonaro nomeou o oncologista Nelson Teich.