Mais Lidas

Esquizofrenia

ANP aceita venda direta de etanol aos postos, mas ainda briga contra na Justiça

Para agradar atravessadores, ANP segue na Justiça contra venda direta

acessibilidade:
A serviço dos atravessadores, a Agência Nacional do Petróleo (ANP) obriga mais de 400 produtores a venderem etanol a três distribuidoras, encarecendo o o preço para o consumidor final.

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) avalizou sentença do seu Grupo Técnico reconhecendo o direito das usinas de venderem etanol direto aos postos. Mas a ANP deu outra na ferradura, para alegrar o lobby das distribuidoras, que atuam como atravessadoras: negou-se a abrir mão das manobras que há três meses impedem o cumprimento da sentença da Justiça Federal da 5ª Região que autoriza a venda direta. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Resolução da ANP, de 2009, obriga produtores de etanol, gasolina e diesel a entregarem seus produtos para as distribuidoras.

Sob os auspícios da ANP, distribuidores são os que mais ganham no setor de combustíveis: atravessadores, impõem o preço que querem.

O Grupo de Trabalho da ANP, que reconhece o direito de venda direta, apenas recomendou a revisão da respectiva questão tributária.