Mais Lidas

Na terça e quarta

CPI do BNDES ouve Joaquim Levy e executivo da Odebrecht

Ex-presidente do banco foi convocado à comissão, ou seja, sua presença é obrigatória

acessibilidade:
Ex-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) Joaquim Levy. Foto: Alan Santos/PR

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do BNDES na Câmara dos Deputados recebe nesta terça (25) o executivo da Odebrecht Ernesto Sá Vieira Baiardi. A presença do executivo da empreiteira foi sugerido pelo da CPI, deputado Altineu Côrtes (PL-RJ).

Já na quarta (26), os parlamentares ouvem o ex-ministro da Fazenda e ex-presidente do banco Joaquim Levy. O ex-presidente do BNDES, que pediu demissão após ser criticado publicamente pelo presidente Jair Bolsonaro, foi convocado, ou seja, sua presença é obrigatória.

“O ex-ministro ocupou a pasta da Fazenda entre 1º de janeiro e 18 de dezembro de 2015 e, nesse período, formulou e executou políticas econômicas que tinham total correlação com as atividades do BNDES”, argumentou o deputado Elias Vaz (PSB-GO). “Vários dos investimentos realizados em empresas brasileiras que se internacionalizaram foram feitos sob a gestão de Levy, o que o coloca como testemunha privilegiada das operações.”

A CPI investiga supostas irregularidades cometidas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no período de janeiro de 2003 a 2015. (Com informações da Agência Câmara)