Mais Lidas

Pesadelo liberal

Cientista político contesta ‘Estado democrático de Rousseau’ preconizado por Paulo Guedes

Paulo Kramer afirma que 'cartilha única' é um pesadelo para qualquer liberal

acessibilidade:
Paulo Guedes, ministro da Economia - Foto: Wilson Dias/Agência Brasil.

O ministro Paulo Guedes (Economia) apresentou no fim de semana, em entrevista, o conjunto de reformas fiscais pós-previdência como roteiro liberal para chegar a um modelo de Estado democrático baseado em Jean-Jacques Rousseau (1712-1778).

“Rousseau preconizava a ‘vontade geral’, refletida no consenso unânime dos cidadãos”, lembra o cientista político Paulo Kramer, “a fim de obrigá-los a seguir uma cartilha única de virtude cívica, sem tolerância para conflitos de interesses ou opiniões divergentes. Ou seja, um pesadelo para qualquer liberal.”

O professor Kramer ministra cursos de Filosofia Política muito frequentados por integrantes da elite parlamentar, como o líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB-TO), e o líder do Bloco Vanguarda (DEM/PL/PSC), senador Wellington Fagundes PL-MT).