Mais Lidas

JOGO DA SOBREVIVÊNCIA

Candidatos receberão carros e motos do PRTB para rifar, em Alagoas

Iniciativa visa multiplicar fundo de campanha para superar cláusula de barreira

acessibilidade:
Emmanuel Fortes e Adeílson Bezerra (Foto: Divulgação)

Enquanto grande parte dos candidatos e partidos pelo Brasil investem na inovadora e regulamentada vaquinha eletrônica para garantir recursos para as campanhas eleitorais, o Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) tenta multiplicar seu fundo partidário adquirindo carros e doando aos seus candidatos para serem rifados. O que estará literalmente em jogo será a sobrevivência do partido após as eleições de outubro.

Em Alagoas, a direção do PRTB confirmou que “presenteou” com um veículo de cerca de R$ 70 mil o médico e pré-candidato a deputado federal Emmanuel Fortes, que é ex-presidente do Conselho Regional de Medicina de Alagoas (Cremal). A informação foi antecipada pelo jornalista Ricardo Mota, do TNH1.

O presidente do PRTB em Alagoas, Adeílson Bezerra, disse ao Diário do Poder que a direção nacional do partido está finalizando uma resolução nacional que trata de critérios objetivos para a distribuição do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC). Mas antecipa que todos os candidatos serão contemplados com base em parâmetros que passarão por itens como pesquisas eleitorais, fidelidade e disciplina partidária.

Bezerra destaca que cada partido fará uma resolução dizendo de que forma vai distribuir esses recursos. Depois, essa resolução tem que ser aprovada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A iniciativa é controversa, por oferecer vantagens ao eleitor, uma premiação, atrelada a uma candidatura.

“Alagoas vai ser contemplada com parte deste recurso. E a forma melhor que a gente encontrou é fazer bingos, rifas, comprar bens ou serviços e doar para os candidatos. Nosso objetivo é ultrapassar a cláusula de barreira. Para existir, temos que fazer deputado federal em pelo menos nove estados do País. Além de eleger um federal, temos que mantê-lo na legenda”, destacou Adeílson Bezerra, ao valorizar o critério da fidelidade partidária.

O PRTB tem R$ 3,6 milhões de fundo previsto para a campanha deste ano. E Alagoas foi o único estado a eleger deputado federal em 2012, com Cícero Almeida, hoje no PHS.

Já está pré-definido que 80% dos recursos que chegarem ao PRTB alagoano irão para as campanhas de deputados federais e 20% para as de deputados estaduais. E serão 50% dos recursos serão dados em bens ou serviços aos candidatos.

“Tem candidato que prefere moto, tem candidato que prefere carro, para fazer bingo ou rifa. Um candidato do perfil de Emanuel Fortes e de Eduardo Tavares – um médico e um procurador de Justiça – fica muito bom para eles realizarem bingo, rifas, sorteios e as pessoas comprarem e ajudar na campanha deles”, avaliou o presidente do PRTB de Alagoas.