Mais Lidas

'Lição' no governo

Câmara ameaça Bolsonaro ressuscitando a reforma da Previdência de Temer

Texto de Arthur Maia pode ser usado pela Câmara contra o projeto do governo

acessibilidade:

O Palácio do Planalto anda tão desarticulado que aliados do governo já defendem a aprovação do substitutivo de reforma da Previdência do deputado Arthur Oliveira Maia (DEM-BA), do governo Michel Temer, que não chegou a ser votado. “A proposta Bolsonaro é melhor, mas para a Câmara aprovar o texto de Arthur Maia seria uma questão de afirmação do parlamento”, define o deputado Kim Kataguiri (DEM-SP). A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A ideia dos deputados é aprovar seu próprio projeto de reforma da Previdência só para dar uma lição no governo.

A intenção é alterar o substitutivo de Arthur Maia no plenário, para se aproximar da meta de economia de R$1 trilhão em dez anos.

A proposta de reforma do governo Temer já superou várias etapas de tramitação e está praticamente pronto para ser votado.

Se a reforma de Temer tivesse sido aprovada em outubro de 2017, como se pretendia, o País já teria economizado R$8,1 bilhões.

Reportar Erro