Mais Lidas

Previdência

Bolsonaro agradece deputados e Rodrigo Maia por aprovação da reforma na CCJ

Presidente pede "espírito patriótico" na próxima etapa da tramitação, que acontece em comissão especial

acessibilidade:
Presidente da República, Jair Bolsonaro. Foto: Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro agradeceu, durante um pronunciamento em rede nacional nesta quarta (24), a aprovação da PEC da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, primeira etapa de tramitação da proposta na Casa.

“Agradeço o empenho e o trabalho da maioria dos integrantes da comissão e também o comprometimento do presidente [da Câmara] Rodrigo Maia”, declarou Bolsonaro. “O governo continua a contar com o espírito patriótico dos parlamentares para a aprovação da Nova Previdência nessa segunda etapa e também, posteriormente, no plenário da Câmara dos Deputados.”

Após o parecer do deputado Marcelo Freitas (PSL-MG) pela admissibilidade do texto ser aprovado por 48 votos a 18 na comissão na terça (23), a proposta agora segue para uma comissão especial que analisará o projeto ponto a ponto. A criação da comissão já foi anunciada pelo presidente da Casa, o deputado Rodrigo Maia, ainda nesta quarta.

A comissão especial terá 49 integrantes e 49 suplentes. A intenção é que representantes de mais partidos possam participar da discussão sobre a proposta. A comissão deve ser instalada ainda nesta quinta (25), por já haver a maioria dos deputados indicados.

A primeira reunião do grupo será marcado pela eleição do presidente e do relator da comissão, nomes que já estão em debate entre Maia e parlamentares.

No pronunciamento, Bolsonaro aproveitou para afirmar que o Brasil tem pressa em relação à mudanças no atual sistema de pagamento de aposentadorias. “É muito importante lembrar que, se nada for feito, o país não terá recursos para garantir uma aposentadoria para todos os brasileiros. Sem mudanças, o governo não terá condição de investir nas áreas mais importantes para as famílias como saúde, educação e segurança”, disse o presidente.

“Temos certeza que a Nova Previdência vai fazer o Brasil retomar o crescimento, gerar empregos e, principalmente, reduzir a desigualdade social, porque, com a reforma, os mais pobres pagarão menos”, concluiu Bolsonaro.

Confira na íntegra o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro:

Vídeos Relacionados