Mais Lidas

acessibilidade:
Daniel Lima

A Vingança de Medeia e a Geração Distribuída de Energia

Na tragédia de Eurípides, a paixão é o motor que impulsiona a protagonista feminina Medeia, a elaborar sua vingança, matando seus filhos.

No caso da Aneel, ao querer matar a Geração Distribuída de Energia, os motivos são outros. Vamos aos fatos:

1. Em 2012, no governo passado, a Aneel através da Resolução 482/2012, criou as bases para a expansão da Geração Distribuída de Energia no Brasil;

2. Com pouca adesão até 2015, a Aneel através da Resolução 687/2015, resolveu ampliar a geração distribuída aumentando seu limite de potência até 5 MW, permitindo, também, a geração remota de energia;

3. Com isso, atualmente, a geração distribuída conta com mais de 500 mil centrais geradoras de energia, que beneficiam aproximadamente 700 mil unidades consumidoras espalhadas por quase todos os recantos do Brasil;

4. A potência instalada de geração distribuída alcançou 6.000 MW, que representa 900 mil MWh de geração de energia injetada na rede elétrica de distribuição todos os meses. Isso representa, uma Hidrelétrica de Xingó novinha, com um detalhe, sem perdas no transporte de energia e não precisa de uma gota de água para funcionar;

5. Com a geração distribuída surgiu uma nova cadeia produtiva no país, constituída por 20 mil micros e pequenas empresas, que juntas geram 200 mil empregos espalhados por todos os municípios brasileiros;

6. A geração distribuída também promoveu a captação de R$ 25 bilhões em investimentos privados, beneficiando as economias locais, gerando, também, R$ 8,5 bilhões em arrecadação de tributos;

7. Outro aspecto a se considerar, é que a geração distribuída é um recurso valiosíssimo a ser utilizado como ação de eficiência energética, ou seja, ela faz com que residências, pequenos negócios e indústrias dependam menos da energia proveniente do sistema de geração, diminuindo com isso a necessidade de ativação de termelétricas e hidreletricas, economizando com isso água, recurso muito escasso nos dias atuais.

8. A energia gerada pela geração distribuída é 99% originada por fonte solar, ou seja, é limpa, barata e faz bem ao Planeta;

Como pode ser observado acima, a geração distribuída é linda em todos os aspectos, é uma criancinha de berço que encheria de orgulho e satisfação aquela que a gestou e a fez crescer.

Mas, sua genitora, supostamente acometida pela “Sindrome de Medeia”, tenta de todas as formas sufocar essa criancinha linda, recomendando e agindo ostensivamente para taxar pesadamente a geração distribuída.

Dizem as más línguas, que os motivos são outros. Mas, como em Eurípedes, Medeia foge numa carruagem de fogo movida por uma mistura explosiva de gás, óleo combustível e carvão mineral.

Estou curioso para saber o final dessa história…

Daniel Lima é diretor da RDSol (rede de Negócios em Energia) e presidente da Associação Nordestina de Energia Solar (Anesolar).