O homem dos bigodes

O homem dos bigodes

Derrotado na disputa pelo governo do Ceará, em 1990, o ex-ministro Paulo Lustosa resolveu percorrer o Estado agradecendo os votos dos eleitores. Nos cafundós, pelas 3h da madrugada, muito cansado, pediu abrigo na casa de um agricultor. O homem, sonolento, atendeu Lustosa com simpatia, sem saber com quem estava falando. O político não perderia a chance:

– Diga-me, moço, em quem vocês votaram para governador?

– Mulher! – gritou o homem para dentro de casa – em quem a gente votou?

– Foi naquele moço de bigode, o Lustosa!

O ex-candidato cofiou os bigodes e se apresentou:

– Eu sou o Lustosa e andei a noite inteira para vir aqui agradecer a vocês…

Redação
Redação
| Atualizado