Mais Lidas

Espanha lançará visto de mais de 90 dias para ‘nômades digitais’

acessibilidade:

A Espanha espera autorizar a emissão de vistos da modalidade “nômades digitais” antes do final de 2022. Com isso, será possível residir ou permanecer em território espanhol por períodos superiores a 90 dias.

As pessoas que se enquadrarem em uma das seguintes categorias poderão solicitar o visto digital, independentemente de sua nacionalidade:

  • Os nômades digitais, que possuem cargos remotos e que permitem a realocação de residência;
  • Estrangeiros que trabalham remotamente da Espanha para uma empresa fora do território espanhol;
  • Também está contemplada a inclusão de visto para estrangeiros que trabalhem em empresa estrangeira na Espanha.
  • Aqueles que desejem obter este visto deverão:
  • Comprovar que possuem um cargo em empresas que possuem sede fora da Espanha;
  • Ser um profissional altamente qualificado (diploma universitário ou de pós graduação e ou diploma de gestão de negócios);
  • Experiência profissional mínima de 3 anos.
  • Trabalha na empresa em questão de forma continua a mais de um ano;

Durante a solicitação do visto, o aplicante deverá comprovar que;

  • Seu empregador permite o trabalho remoto.
  • Quanto tempo você poderá permanecer na Espanha com o visto de teletrabalho?

Assim que aprovado, o visto de teletrabalho espanhol te dará a possibilidade de residir em território espanhol por um ano.

No fim do período, será possível solicitar a extensão deste visto por mais dois anos, desde que as condições originais sejam mantidas. Dali em diante, a extensão do visto deverá ser realizada de 2 em 2 anos.

Os portadores do visto de teletrabalho espanhol estariam submetidos ao IRNR (Impuesto sobre la Renta de No Residentes). De acordo com o site visaeuropa.com, indivíduos com renda de até € 600.000 pagariam 15% em impostos.