Mais Lidas

Quase livre

Completa 15 anos condenação de Suzane Von Richthofen, rainha das saidinhas

Parece que foi ontem o crime em São Paulo que revoltou os brasileiros

acessibilidade:

Há 15 anos, em 22 de julho de 2006, Suzane Von Richthofen era condenada a 39 anos e 6 meses de detenção por ter participado do assassinato dos pais, em um dos crimes mais bárbaros da história do pais.

Passados poucos anos, virou a “rainha das saidinhas” que debocham da sociedade e das vítimas dos criminosos.

Na madrugada de 31 de outubro de 2002, após planejar o assassinato de seus pais durante meses, verificou se eles já estavam dormindo, desligou o sistema de alarme da casa e abriu a porta para o ex-namorado Daniel Cravinhos e o irmão Christian Cravinhos.

Ambos subiram até o quarto dos pais de Suzane e os espancaram com barras de ferro antes de estrangulá-los com toalhas. Suzane estava esperando na sala de estar, no andar de baixo.

Mesmo condenada à prisão em regime fechado, poucos anos depois ela começou a ser beneficiada por “saidinhas” em datas comemorativas, incluindo Dia dos Pais e Dia das Mães, muito embora os tenha assassinado.