Maioria absolutíssima

Maioria absolutíssima

Para ser aprovada, a PEC da reforma precisa de 308 votos em 513 deputados e de 49 dos 81 senadores. O governo acha que os tem.

Cláudio Humberto
Cláudio Humberto
| Atualizado