Mais Lidas

Homenagem

Toffoli recebe maior condecoração da USP, onde foi aluno, e se emociona

Ele se emocionou ao lembrar ensinamentos do ex-chanceler Celso Laffer, de quem foi aluno

acessibilidade:
A honraria foi entregue ao ministro Dias Toffoli pelo reitor da USP, professor Vahan Agopyan.

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), recebeu na tarde desta sexta-feira a medalha Armando de Salles Oliveira, principal condecoração da Universidade de São Paulo (USP), entregue pelo reitor, professor Vahan Agopyan.

Ex-aluno da Faculdade de Direito do Largo do São Francisco, Toffoli é o terceiro não docente a receber a homenagem, criada em 2008.

Este ano, ele também foi escolhido para a condecoração o ministro aposentado do STF Celso de Mello, que receberá a honraria em outra data.

Estava presente, entre outras personalidades, o ex-ministro das Relações Exteriores Celso Lafer, que foi professor de Toffoli.

Toffoli se emocionou muito quando agradeceu ao professor Lafer pelos ensinamentos sobre Hannah Arendt e sobre a importância da universidade como instrumento de defesa da verdade factual.

Ao se pronunciar, o ministro focou a questão da defesa da verdade factual na era da pós-verdade, e, no âmbito da política, citou um episódio de 2016 envolvendo a veterana jornalista norte-americana Lesley Stahl, da rede de TV CBS, e o então candidato Donald Trump, nunca desmentido por ele.

De acordo com Stahl, em uma conversa privada com o então candidato, ela o questionou sobre a retórica agressiva dele contra a mídia e o recorrente uso da expressão “Fake news media” para referir-se ao jornalismo profissional. Segundo ela, a resposta de Trump foi a seguinte: “Sabe a razão de eu fazer isso? Faço isso para desacreditar todos vocês, para humilhar todos vocês, para que ninguém acredite quando vocês escreverem matérias negativas a meu respeito.”

“Explicam-se, assim, os ataques dos propagandistas da desinformação à academia, à imprensa profissional e ao Judiciário: eles estão na linha de frente da defesa da verdade factual”, concluiu Toffoli.

Vídeos Relacionados