Mais Lidas

'Violaria Constituição'

TJ de Alagoas reage contra pedido da PGR por juízes federais em casos eleitorais

Desembargador-presidente Tutmés Airan vê inconstitucionalidade em proposta de Dodge

acessibilidade:

O presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL), desembargador Tutmés Airan, publicou nesta terça-feira (26) uma nota oficial em que a Corte Alagoana reprova a proposta da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, de que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) permita que juízes federais passem a atuar em casos eleitorais.

A proposta de Dodge foi revelada ontem e pede que juízes federais de primeira instância tenham atribuição eleitoral plena, hoje restrita aos juízes de primeiro grau cedidos pelos tribunais de Justiça estaduais e do Distrito Federal.

Ao subscrever a contrariedade do TJAL à proposta da chefe do Ministério Público Federal (MPF), Tutmés Airan lembra que a Justiça Eleitoral existe desde 1932, sempre sob a jurisdição da Justiça Estadual. E defendeu que os tribunais dispõem de plena competência para atuar, e produzem excelentes resultados demonstrados ao longo de décadas.

“A pretensão configura-se em clara violação ao disposto no artigo 121 da Constituição Federal, o que é inadmissível”, condenou o desembargador alagoano.

Veja a nota completa:

Nota do TJAL sobre a competência da Justiça Eleitoral

O Tribunal de Justiça de Alagoas manifesta sua contrariedade com a proposta da Procuradora-Geral da República no sentido de que os Juízes Federais possam atuar em matéria eleitoral.

A Justiça Eleitoral existe desde 1932 e sempre esteve sob a jurisdição da Justiça Estadual, que dispõe de plena competência para tanto, com excelentes resultados, o que vem sendo demonstrado ao longo de décadas. A pretensão configura-se em clara violação ao disposto no artigo 121 da Constituição Federal, o que é inadmissível.

Ressalta-se ainda que o Tribunal Superior Eleitoral já assentou a competência exclusiva da Justiça Estadual, no primeiro grau, no âmbito eleitoral.

Maceió, 26 de março de 2019.

Des. Tutmés Airan de Albuquerque Melo
Presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas

 

Vídeos Relacionados