Mais Lidas

De volta ao começo

Plenário do Supremo confirma: ex-juiz Moro é suspeito para julgar Lula

Plenário do STF confirmou nesta quarta-feira (23) decisão da Segunda Turma da Corte de março. Processo volta à 'estaca zero'

acessibilidade:
Plenário do STF. Foto: Marcelo Camargo/ABr

O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu, nesta quarta-feira (23), a competência da Segunda Turma da Corte de declarar suspeito o ex-juiz federal Sergio Moro no caso da condenação do ex-presidente Lula. Foram sete votos por reconhecer a competência e quatro contrários.

O petista foi condenado por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do apartamento tríplex no Guarujá (SP) que, segundo o Ministério Público, serviu como pagamento de propina da empreiteira OAS a Lula, revelado pela Operação Lava Jato. O caso agora volta ao começo e o novo juízo responsável, a 10ª Vara Federal do Distrito Federal, determinará a validade das provas já colhidas nas investigações.

Em março, a Segunda Turma do STF considerou, por 3 votos a 2, que Sergio Moro é suspeito para julgar o caso. O ex-presidente foi condenado em julho de 2017.

Vídeos Relacionados