Mais Lidas

Operação Capitu

Ministro do STJ concede liberdade a ex-ministro e ex-secretário da Agricultura

Os dois são investigados por participação em esquema de corrupção na pasta

acessibilidade:

O ex-ministro da Agricultura Neri Geller (PP) e o ex-secretário da pasta Rodrigo Figueiredo, agora eleito deputado federal, foram soltos por determinação do ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Néfi Cordeiro.

Os dois foram presos no âmbito da Operação Capitu, deflagrada pela Polícia Federal na última sexta (9), que investiga um esquema de corrupção no Ministério da Agricultura durante o governo de Dilma Rousseff (PT).

De acordo com as investigações, a JBS pagava propina para políticos do MDB em troca de benefícios para as empresas do grupo. Outros alvos da operação foram os executivos da JBS Joesley Batista, Ricardo Saud, Florisvaldo Caetano e Demilton de Castro. O vice-governador de Minas Gerais, Antônio Andrade, também foi preso. Andrade foi ministro da Agricultura entre 2013 e 2014.

Em sua decisão, o ministro do STJ considera que a prisão foi motivada mais por puniação pela falta de colaboração por completo dos delatores do que por riscos às investigações. Cordeiro afirma que houve excesso na decisão.

“A falta de completude na verdade pode ser causa de rescisão do acordo ou de proporcional redução dos favores negociados, mas jamais causa de risco ao processo ou à sociedade, a justificar a prisão provisória. Esconder fatos hoje não significa que se prejudique a colheita de provas, mesmo investigatórias, do limite fático já revelado e criminalmente perseguido”, afirmou na decisão. (Com informações da FolhaPress)

Reportar Erro