Mais Lidas

Operação Unfair Play

Lula testemunha em favor de outro condenado por corrupção, Sérgio Cabral

Ex-presidente defende na Justiça outro presidiário em caso de propina nos jogos Rio 2016

acessibilidade:

O ex-presidente Lula presta depoimento nesta terça (5) como testemunha de defesa do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral. O depoimento ao juiz Marcelo Bretas, responsável pela Lava Jato no Rio, será feito por videoconferência em Curitiba, onde o petista está preso.

Lula vai ser testemunha em uma ação que investiga propinas para membros do Comitê Olímpico Internacional favorecerem a escolha do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos de 2016. No mesmo processo, Pelé também prestará depoimento a pedido de Carlos Arthur Nuzman, réu na mesma operação que Cabral.

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), Cabral liderou um esquema de compra de votos de dirigentes do Comitê Olímpico Internacional (COI). De acordo com os procuradores, um dos votos comprados foi o de Lamine Diack, então presidente da Federação Internacional de Atletismo e membro do COI. O dinheiro foi entregue ao filho dele Papa Massata Diack.

O pagamento teria sido feito pelo empresário Arthur Soares, conhecido como Rei Arthur. Soares, que está foragido, tinha um contrato de R$ 3 bilhões com o estado do Rio de Janeiro e era próximo a Cabral. Com o esquema, o ex-governador teria se beneficiado com o recebimento de 5% de propina sobre os contratos firmados para as obras olímpicas.

Cabral está preso desde 2016, acusado de coordenar uma organização criminosa que atuou em setores como transportes, saúde e obras em seus dois mandatos como governador, entre 2007 e 2014. Segundo a Procuradoria da República, ele movimentou mais de R$ 1 bilhão em propina.

Reportar Erro