Mais Lidas

Lote soma R$ 12,5 milhões

Juiz Marcelo Bretas autoriza leilão de itens de luxo de Eike Batista e Sérgio Cabral

O lote é composto por duas lanchas, dois jet skis, três carros, dois imóveis e um jet boat que somam R$ 12,5 milhões

acessibilidade:
Eike Batista nos tempos de vacas obesas, com carrão na sala: ele ficou três meses preso na Operação Lava Jato e foi condenado a 30 anos de prisão.

O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, determinou o leilão de um lote de bens apreendidos pela força-tarefa da Operação Lava Jato no Rio. A venda inclui uma lancha, que pertencia ao ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, uma fazenda de seu operador, Carlos Miranda, e uma Lamborghini Aventor, do empresário Eike Batista.

Comandado por Renato Guedes, o leilão acontece em duas etapas. Em 4 de julho, a partir das 13h, os bens serão oferecidos por preço igual ou superior ao valor da avaliação. O lote é composto por duas lanchas, dois jet skis, três carros, dois imóveis e um jet boat que somam R$ 12,5 milhões.

Já na segunda etapa, prevista para o dia 18 do mesmo mês, também a partir das 13h, o leilão seguirá o critério da melhor oferta, desde que não seja inferior a 75% do valor da avaliação.

Os bens mais caros pertenciam ao empresário Eike Batista: uma lancha, do tipo Spirt of Brazil, avaliada em R$ 3,5 milhões, e a Lamborghini, avaliada em R$ 2.240 milhões.

A participação poderá ser feita presencialmente ou pela internet. A lista completa dos bens disponíveis está no site Rio leilões.