Caixa de Pandora

Arruda denunciado em mais uma ação no DF

Alvo da ação de improbidade é um contrato de R$ 64 milhões com a Linknet

acessibilidade:

O juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública do DF recebeu, no último dia 14, ação de improbidade contra o ex-governador do DF, José Roberto Arruda, o ex vice-governador Paulo Octávio Alves Pereira, Durval Barbosa Rodrigues, José Geraldo Maciel, Luiz Paulo da Costa Sampaio, Ricardo Pinheiro Penna, Roberto Eduardo Giffoni, Gilberto Batista de Lucena e a empresa Linknet Tecnologia e Telecomunicações Ltda. A ação por dano ao erário foi proposta pelo Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT), que deu à causa o valor de R$ 128 milhões – o dobro do val0r do contrato questionado.

Segundo o órgão ministerial, os réus, por intermédio da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão, pagaram cerca de R$ 64 milhões à Linknet Tecnologia e Telecomunicações Ltda sem a necessária cobertura contratual. Por esse motivo, pediu a condenação dos supostos envolvidos nas penas previstas no artigo 12, inc. I e II, da Lei de Improbidade Administrativa, ou seja, devolução do dano causado ao erário e multa cível correspondente ao mesmo valor. Além disso, o MPDFT pede a condenação dos réus ao pagamento de danos morais coletivos.

Reportar Erro