Brumadinho

Israel levou para Brumadinho o dobro dos homens da Força Nacional

'Farsa' nacional só levou 64 homens a Minas; o exército de Israel, 132

Equipe de militares israelense chega ao Brasil para ajudar no resgate de vítimas de Brumadinho. Foto: Forças de Defesa de Isreal/Reprodução

A Força Nacional de Segurança deu as caras na região de Brumadinho apenas dez dias após a catástrofe. E chegou com irrisórios 64 homens onde atuam 1200 profissionais, 950 só da Polícia Militar de Minas. O exército de Israel chegou ao Brasil três dias depois do rompimento da barragem da Vale, e trouxe, além de equipamentos, 132 homens, o dobro do contingente que a tal Força Nacional foi capaz de mobilizar. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A Força Nacional serve apenas para o governo federal fazer um gesto político no Estado que a solicita, mobilizando PMs de outros Estados.

Policiais militares de outros estados recebem uma diária de R$300, além do salário, para atuar pela Força Nacional em outro Estado.

Policiais federais costumam se referir à Força Nacional como “farsa nacional”, exatamente por não fazer qualquer diferença onde atua.

Tiago Vasconcelos
Tiago Vasconcelos
| Atualizado