Devassa no passado

Governo do DF ordena devassa das contas públicas nas gestões anteriores

Ibaneis dá prazo de 10 dias para esmiuçar todas as despesas

Ibaneis Rocha, governador do Distrito Federal. Foto: Rafael Alves

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), determinou – através de Decreto – que todos os órgãos da administração direta do governo distrital, como Secretarias de Estado, autarquias,  fundações e empresas estatais devem realizar um levantamento de despesas de exercícios anteriores. Todos os relatórios devem ser entregues à Secretaria de Fazenda do DF em prazo de 10 dias.

Segundo o Decreto, devem constar no relatório: 1) dívidas de pessoal de qualquer natureza, bem como os respectivos encargos dessas dívidas; 2) dívidas com fornecedores de bens e serviços; 3) demais dívidas, incluindo aquelas que não foram registradas contabilmente.

Informações como a identificação do credor, o grupo de natureza, número de contrato, datas e valores também devem ser incluídos nos relatórios dos órgãos públicos. Todos os dados serão gerenciados pelo secretário de Fazenda, André Clemente, cujo objetivo é saber o “tamanho real do problema” fiscal e financeiro do DF.

Tiago Vasconcelos
Tiago Vasconcelos
| Atualizado