'Aporte'

Galeão foi privatizado, mas investimento é público

Odebrecht ganhou a concessão do Galeão e R$ 1 bilhão do BNDES

Galeão foi privatizado, mas investimento é público

O governo federal continua sendo uma mãe para o grupo Odebrecht, como o foi para o ex-bilionário Eike Batista. O banco público BNDES anunciou ?aporte? de R$ 1 bilhão na Odebrecht TransPort menos de um mês depois de essa empresa ganhar a concessão para operar o aeroporto do Galeão, no Rio. Na prática, investimentos no aeroporto, cuja gestão foi privatizada, serão bancados com dinheiro público. Leia mais na Coluna Cláudio Humberto.

Redação
Redação
| Atualizado