Diário Motor

Ford apresenta linha 2019 do Fusion, com pequenas mudanças visuais e apenas três versões

Agora ele conta apenas com a SEL, a Titanium AWD e a Hybrid

Ford apresenta linha 2019 do Fusion, com pequenas mudanças visuais e apenas três versões

Ford Fusion 2019. Fotos: Ford/Divulgação

A Ford apresenta a linha 2019 do Fusion. O sedã grande chega com novidades no visual e mais enxuto nas configurações. Agora, o americano conta apenas com três versões, duas equipadas com o motor 2.0 EcoBoost de 248 cavalos e outra híbrida e valor inicial de R$ 149.990.

Sai de cena duas versões, a SE de entrada que era equipada com propulsor aspirado e a Titanium de tração dianteira. Com isso, a linha 2019 do Fusion conta com a SEL como nova opção mais em conta, a Titanium AWD (R$ 179.990) e a Titanium Hybrid (R$ 182.990).

SEL e Titanium AWD contam com motor 2.0 EcoBoost.

Por ser apenas uma renovação de linha, as modificações no Fusion foram bem discretas. As alterações focaram o para-choque, que conta com novo aplique cromado. Além disso, as luzes de apoio, as rodas das versões Titanium, o para-choque traseiro e as lanternas foram levemente redesenhadas

Agora, sem contar a opção híbrida, todas as versões do Fusion passam a contar apenas com a motorização turbo. No caso, o 2.0 EcoBoost de 248 cavalos e 38kgfm de torque e transmissão automática de seis velocidades. Assim, sai de cena o 2.5 aspirado que equipava as opções de entrada.

Recheado

O sedã é bem completo desde a versão de entrada.

Até então, a configuração mais barata era a SE, agora, é a SEL. Dessa forma, o três volumes passa a contar com uma lista de equipamentos bastante completa desde a opção de entrada. Claro, precisa justificar os R$ 150 mil de “investimento”.

Assim, o Fusion tem de série teto solar elétrico, oito airbags, cintos de segurança traseiros laterais infláveis, controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, chamada de emergência, chave com sensor de presença, partida remota, central multimídia, ar-condicionado digital e dual-zone, bancos dianteiros aquecidos e freio de estacionamento elétrico.

Modificações leves no visual, como nas lanternas.

Outra novidade, é que a Titanium passa a contar apenas com versão com tração integral. Além do sistema AWD, ela vem com alerta de colisão, assistentes de ponto cego, de permanência em faixa e de frenagem com detecção de pedestre, piloto automático adaptativo, farol alto e estacionamento automáticos, faróis dianteiros e de neblina full LED, aerofólio traseiro e bancos dianteiros refrigerados, por R$179.900.

Já o Hybrid, continua igual. O sistema híbrido conta com um motor 2.0 e outro elétrico. Os dois juntos geram 190 cavalos e 25,2kgfm de torque. O que garante um consumo de 16,8km/l na cidade e 15,1km/l na estrada, por R$ 182.990.

Redação
Redação
| Atualizado