Presidente da Argentina

Milei anuncia demissão de 50 mil funcionários públicos na Argentina

O argentino afirmou ainda que pretende dar continuidade ao seu plano de ajuste das contas do país

acessibilidade:
Presidente da Argentina, Javier Milei. (Foto: Reprodução/Instagram/@Javiermilei).

O presidente da Argentina, Javier Milei, anunciou a demissão de 50 mil funcionários públicos no país vizinho.

O chefe de Estado afirmou ainda que pretende dar continuidade ao seu plano de ajuste das contas do país.

Durante o 10º Fórum Empresarial Latino-Americano (Latam Economic Forum), na capital da Argentina, Buenos Aires, Javier Milei declarou que vai “vetar” qualquer tentativa de modificação legislativa que ameace o equilíbrio fiscal.

“Sabíamos que o programa geraria tensão social. Cortar pela metade o número de ministérios não foi gratuito. Demitimos pessoas e vamos acabar demitindo 75 mil, e tiramos 25 mil”, afirmou Milei.

De acordo com o político, a redução do déficit em sete pontos do Produto Interno Bruto (PIB) argentino busca “ordem nas contas”. O presidente afirmou também que “não permitirá que isso seja comprometido”.

Milei destacou também que, ao concluir o primeiro ano de seu mandato, a Argentina apresentará resultados financeiros e primários favoráveis.

O presidente também sublinhou a importância de extinguir os passivos pagos pelo Banco Central e as opções de venda para se livrar da armadilha cambial.

“Estamos empenhados em solucionar essa questão; uma vez resolvida, adeus, taxa de câmbio”, esclareceu.

Reportar Erro