Mais Lidas

Covid-19

Itália tem 11 mortes por coronavírus; no Irã, 16 pessoas já morreram

Suíça, Croácia, Áustria e Espanha registram primeiros casos

acessibilidade:

A Itália confirmou, nesta terça-feira (25), mais quatro mortes por Covid-19, três delas na região na Lombardia e outra na região de Veneto, ambas no norte do país. Com os novos registros, são agora 11 mortes pelo novo coronavírus no território italiano, e 322 casos da doença.

Das novas vítimas, três são da Lombardia e estavam na casa dos 80 anos, de acordo com a agência de proteção civil italiana. Até a última atualização da reportagem, não havia detalhes sobre a quarta vítima.

As principais regiões italianas atingidas são o norte e o nordeste do país, embora a epidemia tenha avançado em direção ao sul.

O primeiro-ministro Giuseppe Conte reconheceu falhas em um hospital da região de Milão que favoreceu a propagação de covid-19.

O hospital recebeu um doente considerado o “paciente número um” e dali o vírus se propagou, com inúmeros casos na Lombardia.

Quarenta passageiros de um voo da Alitalia vindos das regiões do norte da Itália foram proibidos de entrar nas Ilhas Maurício e tiveram que voltar a Roma.

Da mesma forma, centenas de turistas se encontram confinados em um hotel de Tenerife (nas Ilhas Canárias, na Espanha) onde esteve hospedado um médico italiano que poderia ser portados do vírus.

O Ministro da Política da Juventude e do Esporte da Itália, Vincenzo Spadafora, afirmou nesta terça (25) que permitiu a realização, com portões fechados (sem público), de alguns jogos da 26ª rodada da Série A (Primeira Divisão) do Campeonato Italiano no próximo final de semana como forma de impedir o avanço do Coronavírus no país.

Também por conta do avanço do Coronavírus, o Comitê Paralímpico local e os organizadores da etapa de Lignano Sabbiadoro do World Para Swim Series (circuito mundial de natação paralímpica) já haviam cancelado o evento que aconteceria entre 27 de fevereiro e 1º de março na Friuli-Venezia Giulia, uma das 20 regiões administrativas da Itália (justamente no norte do país, local com maior número de casos de Coronavírus).

Suíça, Croácia, Áustira e Espanha, países próximos à Itália, registraram seus primeiros casos. O caso suíço é de um homem que esteve recentemente em Milão.

Nas ilhas Canárias, um hotel teve que ser colocado parcialmente em isolamento. Uma mulher italiana de 36 anos, residente em Barcelona, apresentou sintomas respiratórios e teria viajado recentemente ao norte da Itália.

Os ministros da Saúde dos países vizinhos à Itália se comprometeram nesta terça-feira (25) a manter as fronteiras abertas apesar do surto do novo coronavírus no país, informou o ministro italiano da Saúde, Roberto Speranza.

Os ministros consideram o fechamento de fronteiras algo “ineficaz e desproporcional”, indicou Speranza, após reunião com seus homólogos da França, Suíça, Áustria, Eslovênia, Croácia, Alemanha e um representante da União Europeia.

Fora da China, a Coreia do Sul é o principal foco de epidemia: 144 novos casos de contaminação, aumentando o total para 977 infectados e 10 mortos.

No Irã houve três novas mortes, chegando a 16 no total. O vice-ministro da Saúde declarou estar contaminado. (Com informações da Folhapress)

Vídeos Relacionados