Fazendo política

Embaixador argentino cria factóide com Bolsonaro tentando virar chanceler

Diplomata levou até bolo para comemorar 1º aniversário como embaixador

acessibilidade:
O embaixador Scioli e seu bolo, com Bolsonaro acendendo a velinha - Foto: reprodução de redes sociais.

Em campanha para tomar o lugar de Felipe Solá como ministro das Relações Exteriores do governo da Argentina, o embaixador daquele país em Brasília, Daniel Scioli, conseguiu criar um “factóide”, nesta terça (10), ao ser recebido pelo presidente Jair Bolsonaro.

O encontro foi justificado por Scioli, nas redes sociais, como forma de “repassar os avanços em todas as áreas da relação bilateral”, mas a rigor não houve relevância sob o ponto de vista diplomático.

Scioli até levou à audiência um bolo com as bandeirinhas do Brasil e da Argentina para “comemorar” seu primeiro ano como embaixador em Brasília, ocorrido ontem.

“Nós torcemos muito pela Argentina, conte com nossa boa vontade. Rivalidade apenas no futebol”, afirmou o presidente, em vídeo divulgado nas redes sociais do embaixador.

Daniel Scioli agradeceu o apoio do governo brasileiro em temas importantes para o país vizinho, como a renegociação da dívida com o Fundo Monetário Internacional (FMI).