Mais Lidas

Atentado sem feridos

Embaixada dos EUA na Turquia é atacada a tiros

Um suspeito foi detido pelo incidente, que não deixou feridos

acessibilidade:
O porta-voz do ministério das Relações Exteriores turco, Hami Aksoy, condenou o ataque Foto: Reprodução Twitter

A embaixada norte-americana em Ancara, capital da Turquia, foi atacada a tiros na manhã desta segunda-feira (20). Segundo o jornal turco “Hurryet”, entre três e seis disparos foram feitos de um carro em movimento contra um portão e uma janela da sede diplomática, mas não houve feridos.

A embaixada está fechada durante esta semana para as celebrações do feriado turco de Eid al-Adha (festa do sacrifico). Autoridades turcas anunciaram que um homem foi detido nesta tarde pelo ataque, mas não deram detalhes sobre a identidade do suspeito. Nenhum grupo reinvindicou a autoria do ataque.

“Podemos confirmar que um incidente de segurança ocorreu na embaixada dos Estados Unidos nesta manhã. Não temos feridos e estamos investigando o caso”, disse o porta-voz da embaixada, David Gainer. Ele também agradeceu à polícia turca pela “rápida resposta”.

O porta-voz da presidência turca, Ibrahin Kalin escreveu no Twitter que o ataque é “uma tentativa de criar o caos”. “A Turquia é um país seguro e todas as representações estrangeiras estão sob a proteção da Lei”, acrescentou.

O porta-voz do ministério das Relações Exteriores turco, Hami Aksoy, condenou o ataque e disse que foram aumentadas as medidas de segurança para a embaixada norte-americana em Ancara e para outras representações diplomáticas no país após o ataque.

O incidente ocorre em meio à crise diplomática entre Turquia e Estados Unidos, motivada pela prisão do pastor norte-americano Andrew Brunson, acusado de envolvimento em uma tentativa de golpe de Estado no país em 2016. A crise foi agravada pela imposição de taxas sobre a importação do aço e do alumínio turcos pelo mercado norte-americano, determinada pelo presidente norte-americano, Donald Trump. (Com informações da agência ANSA)

Reportar Erro