treta

Premiê espanhol é motivo de chacota da Europa, diz Milei

Na TV, argentino chamou Sánchez de “incompetente, mentiroso, covarde”

acessibilidade:
O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez; e o presidente argentino, Javier Milei — Foto: AFP

Em uma entrevista nesta quinta-feira (23), o presidente argentino, Javier Milei, reforçou as criticas contra o governo Espanhol. O político criticou o primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, ao chamá-lo de “motivo de chacota da Europa em questões diplomáticas”.

O insulto foi feito dias depois de Milei ter acusado a mulher de Sánchez, Begoña Gómez, de ser “corrupta”, durante um evento com políticos em Madri. 

Milei afirmou: “Ele (Sánchez) me atacou de todas as maneiras possíveis, e, ao  responder abstratamente com um exemplo, ele sentiu que tinha sido abordado e usou todo o aparato do Estado para responder, o que prejudicou uma bela relação entre os povos da Espanha e da Argentina”.

O presidente repetiu suas críticas a Sánchez, ao chamá-lo de “um incompetente, um mentiroso, um covarde”.

A dura troca de acusações em Madri e Buenos Aires tornou-se a pior crise diplomática do governo do líder argentino de extrema-direita, que já teve confrontos com os líderes da Colômbia, Venezuela e México.