Elogios e cobranças

Brasileiros relatam alívio e gratidão ao Itamaraty, após repatriações

Mas cerca de 5,8 mil brasileiros ainda permaneciam retidos no exterior

acessibilidade:
Brasileira no Peru demonstra gratidão pelo trabalho da diplomacia do Brasil em meio à pandemia do novo coronavírus

Parte dos 16 mil brasileiros que esperam ou conquistaram a desejada repatriação em meio à pandemia do novo coronavírus têm relatado seus dramas particulares nas redes sociais do Ministério das Relações Exteriores, entre apelos por resgate, agradecimentos e demonstrações alívio pela volta para casa.

Até a noite de ontem, cerca de 5,8 mil brasileiros permaneciam retidos no exterior pelo fechamento das fronteiras adotado por dezenas de países, para combater a transmissão do covid-19. E essa pendência ainda é sentida, por exemplo, nos comentários de vídeos de brasileiros agradecidos compartilhados no Twitter do Itamaraty.

No vídeo publicado pelo ministério na tarde desta quinta-feira (2), uma brasileira repatriada da Índia elogia o trabalho extremamente competente da embaixada do Brasil em Nova Délhi. E, na mesma postagem, o brasileiro Renato Oliveira pediu ajuda para sua família em Portugal, onde estava de férias.

“Estou com minha família somos 7 pessoas estamos com a passagens de volta mais foi cancelado devido ao covid-19. Peço ajuda para o governo Brasileiro para voltarmos”, escreveu Renato, que também marcou o presidente Jair Bolsonaro em outra publicação.

Outro apelo foi de Jaqueline Santos Souza, que está em Braga, em Portugal, Na publicação em que o Itamaraty citou que o Consulado em Amsterdã conseguiu apoio do governo local para repatriar 13 cidadãos brasileiros, ontem, com destino a São Paulo, a brasileira apelou. “Quando terá vôos para repatriar? Já preenchemos os formulários, mas até o momento, nenhuma resposta”, disse Jaqueline, informada em seguida pelo Itamaraty que o apelo seria repassado para o Grupo de Crises.

Em todas as publicações, o ministério informa que o Itamaraty trabalha para que todos os brasileiros retidos no exterior retornem para casa. E tem informado os contatos das embaixadas nos países de onde os brasileiros enviam seus apelos.

No vídeo sobre a ação em Nova Délhi, o Itamaraty divulgou hoje que facilitou a repatriação de 15 brasileiros retidos na Índia; grupo que partirá em breve para Paris, de onde fará conexão de volta para o Brasil. “Eles conseguiram buscar a gente em casa, em um carro confortável, com muita segurança. Foram extremamente educados. Nos receberam de forma muito calorosa, tinha máscara, álcool em gel, água. Perguntaram se estava tudo bem e se precisávamos de mais alguma coisa. Foi incrível. Muito obrigado”, relatou a brasileira, sobre o resgate na Índia.

https://twitter.com/ItamaratyGovBr/status/1245789653501911044

Negociações difíceis

Entre os mais de 300 brasileiros repatriados em meio ao lockdown decretado na África do Sul, Renata destacou em seu agradecimento emocionado a dificuldade vencida pela Embaixada Brasileira em Pretória.

“Sem o esforço da embaixada, do Itamaraty, da equipe toda, a gente não teria voltado. Foram negociações árduas, difíceis, complicadas, com o governo, para poder trazer a gente de volta para casa. Então, eu gostaria imensamente de agradecer à toda a equipe. O meu muito obrigado. Tem mais gente aí. Nós vamos conseguir trazer. Eu tenho fé nisso. Estou emocionada, mas estou muito feliz”, disse Renata, no vídeo publicado no Twitter do Itamaraty.

https://twitter.com/ItamaratyGovBr/status/1245747083186970625

A diplomacia brasileira também repatriou hoje, em voo fretado pelo governo, 168 brasileiros que estavam em Lima, no Peru, com destino a São Paulo.

Também foi divulgado que a Embaixada do Brasil em Santa Cruz organiza a repatriação de 750 brasileiros, com autorização da Bolívia. Além disso, foram repatriados mais de 145 brasileiros que se encontravam retidos na Bélgica.

E o Itamaraty também repatriou da Sérvia a atleta de karatê Valéria Kumizaki, campeã dos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019, com apoio da embaixada em Belgrado.

https://twitter.com/ItamaratyGovBr/status/1245684798305316874

Tensão na estrada

O Itamaraty ainda expôs que ajudou a repatriar grupos de brasileiros que chegaram ontem províncias Argentinas. Nas publicações, alguns dos motociclistas relataram o fim da aventura milhares de quilômetros, superadas pela emissão de 44 certificados de trânsito da embaixada, que ajudaram a liberar a passagem de brasileiros com veículos próprios em barreiras policiais e na fronteira.

“A semana foi tensa devido às paralisações, barreiras policiais, fronteira fechada. E, com o auxilio de uns grupos de motociclistas e da embaixada, a gente conseguiu chegar. Agradeço a todos, de coração, pelo apoio dado. Pois, sem eles, a gente não conseguiria êxito”, disse um dos motociclistas, em vídeo divulgado pelo Itamaraty.

https://twitter.com/ItamaratyGovBr/status/1245798149488336899

https://twitter.com/ItamaratyGovBr/status/1245786100242747399

https://twitter.com/ItamaratyGovBr/status/1245786096660885504