PUBLICIDADE

Pelo menos sete alunos e um professor foram mortos em atentado a tiros em uma escola na cidade russa de Kazan na manhã desta terça-feira (11). Outras 32 pessoas ficaram feridas pelo agressor de 19 anos que invadiu o local e já foi preso, segundo afirmam as autoridades do país.

O número exato de vítimas ainda é incerto, há confirmação de oito vítimas fatais, apesar de boletins provisórios alertarem 11 óbitos. A informação oficial é de que as vítimas são alunos do oitavo ano do ensino fundamental, sendo quatro meninos e três meninas, além de um professor.

As autoridades de saúde indicaram que 21 pessoas foram hospitalizadas, seis têm ferimentos graves e já estão em tratamento intensivo. Do total de feridos, 18 são crianças.

NotíciasRelacionadas

O presidente russo Vladimir Putin anunciou, imediatamente após ter conhecimento do ataque, que deve revisar as políticas para o porte de armas no país.

“O Presidente ordenou que seja elaborado com urgência um novo esboço sobre o tipo de armas autorizadas em circulação entre a população civil”, anunciou o porta-voz do governo, Dmitry Peskov, para a agência France-Presse.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
PUBLICIDADE