Acusado de corrupção

Ex-presidente do Peru Alan García morre após dar tiro na cabeça ao ser preso

García era investigado por receber dinheiro ilegal da Odebrecht

Ex-presidente do Peru Alan García morre após dar tiro na cabeça ao ser preso

Ex-presidente do Peru Alan García teria dado um tiro na cabeça ao receber ordem de prisão. Foto: Congreso de la Republica.

O ex-presidente do Peru Alan García morreu na manhã desta quarta (17) quando ia ser detido pela polícia em sua casa no bairro de Miraflores, em Lima.

García deu um tiro na cabeça e chegou a ser levado ao Hospital Casimiro Ulloa, na capital peruana, para ser submetido a cirurgia, mas não resistiu.

De acordo com informações médicas, o ex-presidente, 69 anos, teve três paradas cardíacas e foi reanimado. Ele deu entrada no hospital às 6h45, com perfurações de entrada e saída de bala no crânio.

A Justiça peruana havia determinado sua prisão por dez dias. Ele é acusado de corrupção em caso envolvendo a Odebrecht e recebimento de dinheiro para a campanha eleitoral de 2006. A empreiteira brasileira é investigada no Peru por pagamento de propina em troca de contratos de infraestrutura no país.

O presidente do Peru, Martín Vizcarra, lamentou no Twitter a morte de Alan García. “Consternado com a morte do ex-presidente. Envio minhas condolências à família e pessoas queridas”. (Com informações da Agência Brasil)

Redação
Redação
| Atualizado