Mais Lidas

Pequeno 4x4

Nova geração do Suzuki Jimny, a Sierra chega ao Brasil em novembro

Importado do Japão, o modelo conviverá com a atual geração fabricada por aqui

acessibilidade:
Suzuki Jimny Sierra. Fotos: Suzuki/Divulgação.

No último Salão do Automóvel de São Paulo, a Suzuki apresentou a nova geração do pequeno Jimny, a Sierra. Previsto para o terceiro trimestre deste ano, o lançamento do modelo atrasou um pouco. A marca acaba de confirmar a chegada dele para novembro. 

Ainda sem preço revelado (esperamos algo caro, já que a atual é vendida por R$ 92.990 na topo de linha. Com isso, é bem provável que ele passe dos R$ 100 mil), a grande novidade é que ele terá, pela primeira vez, câmbio automático. 

O visual do modelo mudou radicalmente.

Serão três versões: 4YOU AT, 4YOU MT e 4STYLE. Todas terão um novo motor, um 1.5 de 108 cavalos. O novo modelo conviverá com a atual geração do Jimny, que é produzida no Brasil, na fábrica da montadora em Catalão (GO).

Além dos 108 cavalos, o novo motor 1.5 gera 14,1kgfm de torque. A marca garante que, com a transmissão automática, ele será mais econômico e robusto para o off-road.

Central multimídia e ar-condicionado digital são destaques do interior.

Como de costume do modelo, o forte do Jimny Sierra é a tração 4×4. A nova geração conta com a AllGrip Pro com reduzida e função LSD que, de acordo com a montadora, torna a transposição de obstáculos ainda mais fácil. 

Ele ainda será equipado com controle de estabilidade e assistentes de descida e partida em rampa. Voltado para o off-road, os para-lamas do Sierra são mais largos. 

Como um bom veículo puramente off-road, pneu na traseira.

As peças, assim como os para-choques, contam com textura anti-risco e os vidros laterais foram pensados para evitar acúmulo de lama ou água.

Na cabine, as novidades ficam pelo sistema multimídia com tela de sete polegadas e conectividade com smartphone via Android Auto e Apple CarPlay e ar-condicionado digital automático.

Suzuki Jimny Sierra.

Reportar Erro