Mais Lidas

Desbancando Apple e Google

Norte-americana Amazon se torna a empresa mais valiosa do mundo

Gigante do comércio cresceu 52% em 2019, chegando a valer U$ 315 bilhões

acessibilidade:
Amazon se torna a marca mais valiosa do mundo. Foto: Reprodução

A empresa norte-americana de comércio Amazon se tornou a marca mais valiosa do mundo, alcançado os U$ 315 bilhões — cerca de R$ 1,2 trilhão. A gigante pulou do terceiro para o primeiro lugar, desbancando as concorrentes Apple e Google.

Em relação ao ano passado, a Amazon cresceu 52% neste ano. O dado foi divulgado nesta terça (11) no ranking BrandZ, da pela empresa de publicidade WPP e pela firma de pesquisa de marketing Kantar.

Nos últimos anos, a empresa vem diversificando os seus setores de investimento: tecnologia doméstica, produção de filmes — com o lançamento de um site de streaming semelhante à Netflix —, computação em nuvem, entre outros.

Criada em 1994 na garagem de Jeff Bezos, a Amazon tornou seu fundador o homem mais rico do mundo, de acordo com a revista Forbes. A empresa é a desenvolvedora de produtos mundialmente famosos como a Alexa, assistente virtual inteligente, e o Kindle, leitor de livros digitais.

Confira o top 10 do ranking BrandZ das empresas mais valiosas do mundo:

1º – Amazon (U$ 315,5 bilhões);
2º – Apple (U$ 309,5 bilhões );
3º – Google (U$ 309 bilhões);
4º – Microsof (U$ 251 bilhões);
5º – Visa (U$ 178 bilhões);
6º – Facebook (US$ 158,9 bilhões);
7º – Alibaba Group (US$ 131,2 bilhões);
8º – Tencent (U$ 130,8 bilhões);
9º – McDonald’s (US$ 130,3 bilhões);
10º – AT&T (U$ 108,3 bilhões).