Mais Lidas

Suspeita de corrupção

Ministro Bruno Datas, do TCU, suspende licitação suspeita na estatal Valec

Há suspeita de direcionamento em pregão de R$23 milhões

acessibilidade:
Ministro Bruno Dantas, do Tribunal de Contas da União (TCU).

O ministro Bruno Dantas, do Tribunal de Contas da União (TCU), decidiu suspender o processo de licitação estimado em R$22,9 milhões que escolheu a empresa Niva Tecnologia para fornecer plataforma de segurança de redes, usuários e servidores à Valec (estatal de ferrovias).

A anulação decorre de representação de outra empresa licitante, A. Telecom Teleinformática Ltda, que apontou graves irregularidades. A suspeita é de que exigências técnicas do pregão serviram apenas para direcionar a licitação, além dos indícios de conluio entre empresas licitantes.

Bruno Dantas determinou ainda, em sua decisão, que tanto a Valec quanto a empresa vencedora da licitação suspeita apresentem explicações sob pena de anulação do processo licitatório. O ministro acolheu parecer da Secretaria de Fiscalização de Tecnologia da Informação (Sefti) do TCU.

A estatal de construção de ferrovias Valec é velha conhecida do noticiário de escândalos de corrupção. Seu ex-presidente José Francisco das Neves, o “Juquinha”, foi inclusive condenado a dez anos de prisão.