Mais Lidas

R$ 2,2294 nas refinarias

Gasolina tem novo recorde de preço após novo reajuste feito pela Petrobras

Preço da gasolina nas refinarias passará de R$ 2,2069 para R$ 2,2294 a partir desta quinta

acessibilidade:
A política de lucros da Petrobras segue sem controle - Foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas

A Petrobras anunciou nesta quarta-feira, 12, novo aumento no preço da gasolina nas refinarias.  A partir de amanhã, 13, o litro do combustpivel passará a custar R$ 2,2294, dois centavos a mais do que os R$ 2,2069 cobrados desde 5 de setembro. Um reajuste de 1,02%.

Com o aumento, o novo valor atingirá uma máxima dentro da política de reajustes diários, iniciada há mais de um ano.

O último aumento ocorreu no dia 5 de setembro, quando o preço médio da gasolina foi elevado de R$ 2,1704 para 2,2069.

No mês, o litro do combustível já subiu nove centavos, ou seja, 4,3% a mais do que custava no fim de agosto (R$ 2,1375).

Preço nos postos

Os preços médios do diesel e da gasolina ao consumidor subiram na semana passada, segundo a Agência Nacional do Petróleo, do Gás Natural e dos Biocombustíveis (ANP). O preço do diesel terminou a semana passada com aumento de 3,4%. Foi a R$ 3,489, acima do observado no levantamento anterior (R$ 3,373). Já o preço da gasolina teve alta de 1,8% e subiu a de R$ 4,525, acima dos dos R$ 4,446 apurado na leitura passada.

No mesmo período, o preço médio do etanol aumentou 2,4%, de R$ 2,626 para R$ 2,690.

O valor representa uma média calculada pela ANP e, portanto, pode variar de acordo com a região.

São Paulo

O consumidor pode encontrar gasolina por até R$ 5,90/litro em alguns postos da cidade de São Paulo. Os preços subiram em relação ao registrado na semana passada, quando, de acordo com o levantamento feito pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o máximo na cidade chegava a R$ 4,99. No último levantamento, o menor valor encontrado na cidade de São Paulo foi de 3,799 reais.

O etanol também tem pesado no bolso dos consumidores. Em 15 dias, a alta do litro do combustível nas usinas do estado de São Paulo foi de 15,48%, segundo dados do Cepea (centro de estudos em economia), da USP.

Os números mostram que o etanol, que em 24 de agosto era vendido por R$ 1,4572, chegou a R$ 1,6828 nas usinas, no último dia 6.

Nas bombas, o valor máximo é de R$ 2,999 na cidade de São Paulo e de R$ 3,699 no estado.

Vídeos Relacionados