Dieta que não serve

Dieta que não serve

Fernando Collor era presidente e promoveu almoço com governadores, no Palácio Alvorada. No bate-papo que o precedeu, sobre dietas, o presidente notou que o paraibano Ronaldo Cunha Lima estava bem mais magro que o habitual. “É que eu estou há um mês sem beber”, explicou o saudoso autor do poema “Habeas Pinho”. Collor se interessou imediatamente pelos quilos eliminados: “E perdeu quanto, Ronaldo?” O político-poeta respondeu na bucha: “Trinta dias, presidente. Perdi trinta dias…”

Redação
Redação
| Atualizado