Retomada

Mercado automotivo mundial retoma patamar pré-pandemia em 2023

Segundo dados da Oica, no ano passado foram comercializados mais de 92 milhões de veículos em todo o mundo

acessibilidade:
Veículos embarcando em navio.
Em 2023, mercado automotivo mundial retoma patamar pré-pandemia (foto: Porto de Suape).

No campo da economia, um dos setores que mais foram atingidos pela pandemia de Covid-19 foi o automotivo. O mercado mundial de veículos viu as vendas caírem vertiginosamente em 2020, com pequenas recuperações em 2021 e 2022. Apenas em 2023 o setor finalmente voltou a patamares pré-pandêmicos. 

Segundo dados da Organização Internacional de Fabricantes de Veículos Motorizados (Oica), no ano passado foram comercializados 92.724.668 veículos em todo o mundo. Um crescimento de 11,9% em relação com 2022 (82.871.094) e de 0,7% quando comparado com 2019 (92.065.258) último ano antes da pandemia.

A China segue como maior mercado mundial, com quase um terço de todas as comercializações. O país asiático foi responsável por 30.093.698 das vendas. No continente, foram 50.528.563 de unidades vendidas, com a Índia (5.079.985) em segundo e o Japão (4.779.086) em terceiro lugar.

A América figura em segundo lugar, quando separado por continentes, com 23.247.296 de vendas. Dessas, 19.187.705 foram na América do Norte, com 16.009.268 nos Estados Unidos, e 4.059.591 na América do Sul, Central e Caribe, com o Brasil sendo responsável por 2.308.689 dos emplacamentos.

Em seguida, vem a Europa, com 17.898.967 vendas. Tendo Alemanha (3.204.298), Reino Unido (2.263.666) e França (2.209.102) no Top3 do velho continente. Além desses, apenas Itália (1.794.655), Rússia (1.317.438), Turquia (1.288.678) e Espanha (1.127.868) superaram a barreira do um milhão de unidades vendidas.

A África foi o único continente que apresentou retração em relação a 2022. No último ano, foram 1.049.842 vendas, queda de 2,4% em comparação com o período anterior (1.075.388). Em 2023, o maior mercado africano foi a África do Sul, com 531.787 vendas.

Em todo o mundo, apenas 17 países superaram a barreira do um milhão de veículos comercializados. Além disso, dos quase 93 milhões, 65.272.367 foram de modelos de passeio e 27.452.301 foram de comerciais leves.

Reportar Erro