Mais Lidas

Há 35 anos

Em março de 1985 a Fiat apresentava um novo veículo no Brasil, o Prêmio

Produzido até 1994, o sedã do Uno vendeu quase 180 mil unidades no país

acessibilidade:
Fiat Prêmio, lançado há 35 anos. Fotos: Fiat.

Há 35 anos a Fiat apresentava um novo veículo no Brasil. Com o slogan “Estamos vivendo um novo tempo e você merece um Prêmio”, a marca lançou a versão sedã do Uno, o Prêmio. 

O modelo substituiu o Oggi (versão sedã do 147) que foi aposentado no mesmo ano. O Prêmio foi descontinuado em 1994, o que deixou um hiato na história da marca entre os sedãs compactos. Seu substituto, o Siena, só “nasceu” três anos depois, em 1997.

Em 10 anos de produção, foram quase 180 mil unidades vendidas.

Produzido durante quase 10 anos, o Prêmio foi inovador e impressionou o mercado nacional há época. O modelo chegou às lojas brasileiras em março de 1985 com um item inédito e que atualmente é bastante comum. 

O Prêmio foi o primeiro carro nacional a contar com computador de bordo, o display no painel de instrumentos apresentava médias de consumo e velocidade além da autonomia do veículo. 

Desenvolvido no Brasil, fez sucesso mundo a fora.

Outra novidade, essa para a marca, foi o motor 1.5 Sevel. O sedã inaugurou o propulsor na linha da italiana no Brasil. A caixa de força gerava 71,4 cavalos e 12,3kgfm de torque e, segundo a montadora, contava com um desempenho igual ao do Uno Sx, mesmo sendo 13kg mais pesado. 

Outro ponto inovador do modelo era a opção de carroceria em duas ou quatro portas, segundo a Fiat, um excelente argumento de vendas já que, na época, a maioria dos concorrentes oferecia apenas sedãs compactos com duas portas. 

O modelo inaugurou diversos itens na marca e no mercado nacional.

Além disso, como um bom três volumes, ele impressionava pela suspensão macia, grande espaço interno, conforto e qualidade do acabamento. Um dos destaques era o porta-malas com capacidade de 440 litros, há época, o maior da categoria no país.

Desenvolvido no Brasil, o Prêmio logo atravessou fronteiras e foi comercializado em países da América Latina e Europa com o nome Duna. O sedã chegou a ser um dos veículos mais vendidos na Itália. Por aqui, o sucesso foi transformado em números. Em 10 anos de produção, a Fiat comercializou quase 180 mil unidades do Prêmio.

Fiat Prêmio, lançado há 35 anos.
Fiat Prêmio, lançado há 35 anos. Fotos: Fiat.
Fiat Prêmio, lançado há 35 anos.
Fiat Prêmio, lançado há 35 anos.
Fiat Prêmio, lançado há 35 anos.
Fiat Prêmio, lançado há 35 anos.
Fiat Prêmio, lançado há 35 anos.
Fiat Prêmio, lançado há 35 anos.

Reportar Erro