Boa notícia!

Queiroga: chegam este mês 3 milhões de vacinas de dose única da Janssen

Ministério da Saúde adquiriu 38 milhões dessa vacina, que exige apenas dose única

acessibilidade:
Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, em audiência na Câmara dos Deputados. Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou nesta sexta-feira (4) a antecipação, para este mês de junho, da chegada das primeiras doses da vacina contra a covid-19 da Janssen. Serão recebidas 3 milhões de imunizantes de dose única, que a farmacêutica da Johnson & Johnson enviaria somente no mês de julho, segundo a previsão inicial do contrato firmado com a empresa.

“Hoje mesmo, fechamos com a Janssen para trazer mais 3 milhões de doses que serão aplicadas agora no mês de junho”, disse o ministro, em entrevista ao programa “CB.Poder”, em parceria do Correio Braziliense com a TV Brasília.

Na entrevista, o ministro não especificou se estas doses fazem parte de um novo contrato ou se são fruto de uma antecipação da entrega de unidades já contratadas pela pasta.

O contrato assinado pelo Ministério da Saúde em março prevê a compra de 38 milhões de doses da Janssen, mas só previa o envio das primeira doses entre julho e setembro.

O ministro da Saúde ainda reforçou que a pasta tenta antecipar a chegada de outras doses de vacinas já contratadas pelo governo federal. “A função que o presidente [Jair Bolsonaro] me deu foi de acelerar a campanha nacional de imunização”, disse

O imunizante da Janssen contra a covid-19 tem tecnologia de vetor viral não replicante, com eficácia comprovada de 66% nos testes clínicos, com dose única. Será a primeira vacina disponível para o Brasil, até agora, com apenas uma aplicação para garantir a imunização total.