Mais Lidas

resultado promissor

Estudo revela que uma dose das vacinas Oxford e Pfizer reduzem transmissão pela metade

A pesquisa analisou pessoas contaminadas em ambiente familiar e mostrou que taxa cai em até 49%

acessibilidade:
Mais de 24% da população do Distrito Federal recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19. Foto: Getty Image

Um estudo publicado pela agência de saúde inglesa, Public Health England, nesta quarta-feira (28), revela que a aplicação das vacinas Oxford/AstraZeneca e Pfizer é capaz de reduzir pela metade a taxa de transmissão da Covid-19 em ambiente domiciliar.

A pesquisa analisou pessoas contaminadas após três semanas da aplicação da vacina e que a capacidade de transmitir o vírus aos demais moradores de suas casas caiu em até 49%. Os cientistas encontraram uma queda de 38% a 49% deste índice.

Outra descoberta é que pessoas vacinadas com a dose inicial do imunizante também tem o risco de desenvolver sintomas no início da doença quase zerado e que os sintomas também podem ser impedidos até quatro semanas após a primeira dose.

O estudo está em fase parcial, carece encerrar a etapa de revisão por pares. Ele observou 57 mil pessoas de 24 mil famílias que tinham um familiar vacinado e comparou com quase 1 milhão de contatos de pessoas que ainda não tinham recebido o imunizante.

Vídeos Relacionados